Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Exame de fundo de olho – Saiba o que é e como ele pode diagnosticar vários tipos de doenças

8 dicas para proteger seus olhos enquanto usa o computador
15 de abril de 2019
5 dicas e cuidados ao escolher um oftalmologista
29 de maio de 2019
Mostrar Todos

Exame de fundo de olho – Saiba o que é e como ele pode diagnosticar vários tipos de doenças

O exame de fundo de olho (fundoscopia ou oftalmoscopia) examina as artérias, veias e nervos da retina através dos meios transparentes do olho.

O exame não só propicia um diagnóstico local, como também pode identificar diversos problemas de saúde, pois qualquer doença que atinge essas partes, podem aparecer neste exame.

O exame de fundo de olho é a melhor forma de analisar o estado dos vasos sanguíneos sem utilizar um método invasivo.

Como é realizado o exame de fundo de olho?

O aparelho usado na realização do exame é um oftalmoscópio, que projeta um feixe de luz no interior do olho, chegando à retina. Atualmente novos aparelhos como o California conseguem visualizar até a extrema periferia da retina sem a necessidade da dilatação pupilar, o que torna o exame mais confortável. A reflexão dessa luz permite observar toda a sua estrutura.

O exame pode ser feito em pessoas de qualquer idade, inclusive em bebês prematuros cujas mães tenham sofrido infecções durante a gestação para revelar uma possível presença de tumores, afecções oculares e sistêmicas.

O exame de fundo de olho é muito importante para o diagnóstico precoce de diversas doenças locais e sistêmicas, como hipertensão arterial, diabetes, patologias neurológicas, dentre outras.

Na terceira idade, ele pode detectar o surgimento de drusas (depósitos de cristais brancos ou levemente amarelados) na retina, que podem levar à cegueira, e degenerações maculares próprias da idade, dentre diversas outras alterações retinianas.