Marque sua consulta
Sistema de agendamento
disponível 24 horas

CATARATA

Home Especialidades Catarata
O que é Catarata?

A catarata é uma doença ocular caracterizada pela perda de transparência do cristalino. Essa parte do olho funciona de forma similar à lente de uma câmera: ela focaliza a luz que entra pela pupila antes da retina transformá-la em impulsos elétricos que serão levadas ao cérebro por meio do nervo óptico.

Com a catarata, o cristalino se torna opaco, o que impede a entrada da luz nos olhos e gera uma perda progressiva de visão. A doença pode ser congênita (quando surge em crianças e recém-nascidos) ou adquirida (caso apareça em fases mais avançadas da vida).

Continue a leitura para saber mais sobre sintomas, tipos da doença, diagnósticos e tratamentos.

Agendar consulta
Como funciona o diagnóstico?

Nas fases iniciais, a catarata pode ser assintomática. Conforme a doença avança, o paciente pode sentir como se o grau dos seus óculos estivesse desatualizado, com um embaçamento visual progressivo. Em alguns casos, pode haver perda da visão de cores e redução do campo de visão.

Diversos exames podem ser usados para diagnosticar a catarata. Os mais comuns são:

·        Teste de acuidade visual: avaliação da capacidade de visão em diferentes distâncias.

·        Exame de olho dilatado: após a dilatação da pupila, há um exame da área interna do olho por meio de um equipamento com lentes especiais.

·        Tonometria: aferição da pressão da parte interna do olho.

Saiba mais sobre os outros procedimentos envolvidos no diagnóstico na nossa página de exames.

Agendar consulta
Como é feito o tratamento?

A única forma de tratamento é a cirúrgica. O procedimento consiste na substituição do cristalino (lente natural) opacificado por uma Lente Intraocular.

A cirurgia pode ser realizada de duas formas:

- Laser: o uso da tecnologia permite que a incisão (corte) seja personalizada, de acordo com a curvatura de cada córnea, proporcionando maior segurança e precisão para o médico e para o paciente.

- Manual: o médico realiza pequenos incisões (cortes) manuais na córnea.

Em ambos os tipos de procedimento é necessário a implantação da Lente Intraocular artificial para substituir a lente natural (cristalino) opacificada.

O Centro Oftalmológico de Minas Gerais investe em inovação e segurança. Por isso, utiliza o Sistema Laser de Precisão Catalys para a realização das cirurgias de Catarata. A tecnologia 3D do aparelho garante incisões altamente precisas e personalizadas de acordo com cada anatomia ocular.

Lentes Intraoculares

As Lentes Intraoculares representam uma tecnologia altamente inovadora. As próteses proporcionam segurança para o paciente, compostas por material de biocompatibilidade não gerando inflamação ocular ou sistêmica.

Existem diferentes tipos de Lentes Intraoculares que tratam a Catarata e que podem proporcionar uma melhora da visão corrigindo erros refrativos comuns, como: enxergar de perto, meia distância (intermediária) ou para enxergar de longe.

São elas:

Monofocal: pode corrigir os erros refrativos para longa distância

- Foco Estendido: pode corrigir os erros refrativos para distância intermediária e também para longe.

Trifocal: pode corrigir os erros refrativos para as três distâncias: perto, intermediário e longe.

A escolha da Lente Intraocular é baseada no seu estilo de vida. A cirurgia escolhida não impacta na escolha da lente que será utilizada. Converse com o seu especialista e avalie qual a melhor opção para o seu caso.

Uma nova oportunidade para a sua visão!

*Qualidade de vida

*Conforto para visão

*Mais liberdade para suas atividades de rotina e de lazer

*Maior independência dos óculos

Além de contarmos com um núcleo especializado para a realização de cada um desses procedimentos oftalmológicos, contamos também com uma infraestrutura moderna e completa para receber você com segurança.

Agendar consulta
Quais são as variações da doença?

Também conhecida como “catarata pediátrica” ou “catarata infantil”, esta variação da doença atinge crianças de até 10 anos. Nem sempre ela possui uma causa definida, mas pode estar ligada a fatores genéticos e problemas na gestação. Atualmente, esse tipo de catarata é a principal causa de cegueira tratável na infância.

Marcar consulta

Quando a catarata surge como consequência de outros fatores, ela é classificada como uma catarata secundária. Entre as possíveis causas, há outras doenças oculares (uveítes, tumores, glaucoma ou deslocamento de retina), uso de certos medicamentos, exposição excessiva à radiação, traumatismos e doenças endócrinas (como diabetes e hipoparatireoidismo).

Marcar consulta

A catarata senil é a variação mais comum, que corresponde a cerca de 85% dos diagnósticos da doença. Mais comum entre pacientes com mais de 50 anos, ela surge como uma consequência natural do processo de envelhecimento.

Marcar consulta