Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

5 dicas e cuidados ao escolher um oftalmologista

Exame de fundo de olho – Saiba o que é e como ele pode diagnosticar vários tipos de doenças
21 de maio de 2019
Por que os olhos das pessoas têm cores diferentes?
10 de junho de 2019
Mostrar Todos

5 dicas e cuidados ao escolher um oftalmologista

A visão é uma dádiva e devemos cuidar muito bem dela. Muitas doenças oculares são silenciosas no início e quanto mais cedo forem detectadas e o tratamento iniciado, melhor.

Mas também é importante estar nas mãos de um bom oftalmologista. O ideal é ir sempre naquele em que confiamos e já nos acompanha, pois ele já conhece e tem o registro das características dos nossos olhos, como a pressão intraocular e o fundo-de-olho, o que facilita e agiliza diagnósticos de doenças.

Mas se você não tem um especialista que te acompanhe ainda, siga algumas dicas para encontrá-lo e se sentir seguro:

 1- Peça indicação através de pessoas confiáveis

O boca a boca quase sempre funciona muito bem, pergunte a algum amigo ou parente com quem eles se consultam e o atenda satisfatoriamente.

2 – Saiba exatamente quais são as suas necessidades

Saiba exatamente do que precisa, se são cuidados primários, como óculos, testes de visão ou lentes de contato. Ou se necessita de tratamento para glaucoma, catarata ou outras doenças oculares. Assim irá iniciar a procura por um oftalmologista que tenha a especialidade que você precisa sem perder tempo.

3 – Verifique informações sobre o médico

Verifique as especializações e a reputação do oftalmologista. Na internet é possível encontrar tudo hoje em dia, inclusive o que os outros pacientes dizem sobre os serviços oferecidos pelo médico. Procure as avaliações on-line de seus clientes anteriores.

4 – Analise a reputação da clínica

O lugar em que o médico atende também é importante, desde a infraestrutura adequada, aparelhos atualizados com disponibilidade e bons atendentes para esclarecer dúvidas ou orientá-lo.

Tente evitar clínicas oftalmológicas que possuem críticas negativas ou detalhes vagos sobre seus antecedentes e serviços. Escolha sempre aquela com boa reputação.

5 – Planos atendidos ou custos de tratamento

Procurar saber se a clínica ou o médico atende o seu plano de saúde caso não possa optar por um tratamento particular. Se o caso for apenas particular, verifique bem os valores e suas inclusões.